Como escolher um estabilizador

| Tirando Dúvidas
Como escolher um estabilizador

Como escolher um estabilizador

Estabilizador de voltagem você sabe o que é? Para que serve? Qual devo comprar? Como escolher? Primeiramente é necessário ressaltar que o uso de um bom estabilizador de voltagem evita consideravelmente a queima de uma série de componentes do microcomputador, tais como fonte de energia, disco-rígido e até mesmo a placa-mãe do PC desktop ou notebook. O monitor e outros periféricos como impressoras e multifuncionais também podem ter a vida útil aumentada com o uso de um bom estabilizador de voltagem.

O que é um estabilizador de voltagem e para que serve?

Como o próprio nome sugere, o estabilizador de voltagem funciona como um filtro eletrônico que regula estavelmente a voltagem de entrada da energia elétrica nos PCs (desktops e notebooks), monitores, impressoras etc. Mais do que simplesmente regular, ele mantém a mesma voltagem durante os períodos de pico (sub ou sobre voltagem). Nem sempre a concessionária de energia elétrica consegue oferecer uma voltagem contínua e sem picos. Até mesmo problemas com a rede elétrica local influenciam em tais picos de energia. As voltagens mais comuns utilizadas são até 127 V (antiga 110 V) e 241 V (antiga 220 V). O estabilizador de voltagem pode ser apenas 127 V ou apenas 241 V, sendo assim, você poderá ligá-lo apenas em uma rede especificada. Se você comprou um estabilizador de 127 V poderá apenas ligá-lo em uma rede de 127 V. Se comprou um estabilizador de 241 V poderá apenas ligá-lo em 241 V. Mas existem também os estabilizadores bivoltados, ou seja, eles apresentam uma chave de seleção que podemos mudar de 127 V para 241 V e vice-versa. Ou ainda as versões mais caras e modernas são conhecidas como bivolts automáticos ou full range, podem ser ligados tanto em 127 V como em 241 V, onde o próprio estabilizador reconhece a tensão e começa a estabilização da voltagem automaticamente.

Os valores ideais de tensão para uso, por exemplo, na cidade de São Paulo, segundo a concessionária de energia estão em 115 V ou 230 V. Sendo a mínima de 108 V ou 216 V e a máxima 127 V ou 241 V. Para quaisquer uma destas tensões o estabilizador de voltagem de boa marca será capaz de oferecer sempre um valor médio e contínuo. Caso extrapole estes valores o estabilizador conta com um fusível de proteção que queimará e não deixará o pico de energia afetar os periféricos nele plugados.

Qual devo comprar? Como escolher o estabilizador de voltagem correto?

Os estabilizadores de voltagem são vendidos sempre utilizando a seguinte nomenclatura: 300 VA, 600 VA, 1200 VA (ou 1,2 KVA), etc. Mas afinal o que é VA? Esta sigla significa Voltagem-Ampére, que é diferente de W (watts=consumo do aparelho). Ou seja, se você adquirir um estabilizador de voltagem de 600 VA, por exemplo, não significa que ele será capaz de estabilizar um equipamento de 600 W, pois para equipamentos que possuem circuito eletrônico integrado, assim como computadores, notebooks, impressoras, monitores e outros, o Fator de Potência d eve ser levado em consideração. Desta forma, a maioria dos estabilizadores de voltagem possuem fator de potência variando entre 0,5 e 0,6. Resumindo os números e simplificando os cálculos, devemos sempre admitir multiplicar o valor VA por 0,6. Por exemplo, se você adquiriu um estabilizador de voltagem de 600 VA e quer saber quanto realmente ele pode suportar em carga dada em W (watts), faremos a multiplicação de 600 VA x 0,6 = 360 W. Neste estabilizador você poderia ligar um monitor LCD simples de 21 polegadas (consumo de 50 W em média), mais um PC desktop on board com processador de 2 ou 4 núcleos com fonte de 280 W, totalizando 330 W, deixando uma folga de aproximadamente 10%. Neste caso o estabilizador já estaria totalmente utilizado, descartando utilizá-lo para ligar uma impressora ou um multifuncional jato de tinta. Se você quiser ligar a impressora ou multifuncional seria necessário adquirir um estabilizador de 800 VA, que suportaria uma carga total de 480 W. Na soma teríamos: monitor de LCD 21 polegadas 50 W + PC Desktop on board (processador de dois ou quatro núcleos) fonte de 280 W + multifuncional jato de tinta 40 W = 370W.

 Ao comprar um estabilizador de voltagem escolha:

1 – A Voltagem, 127 V ou 241 V, ou ainda, bivolt caso você não saiba qual será a voltagem onde será ligado o estabilizador de voltagem;

2 – A potência, escolha o valor em VA e multiplique por 0,6, o resultado será a potência total que o estabilizador deverá suportar. Mas não se esqueça de deixar uma margem de 10% abaixo do total para que o mesmo não se sobrecarregue.

Outras dicas importantes:

– Nunca ligue o estabilizador de voltagem em uma extensão, pois você não saberá qual é a sessão do fio no qual foi construído o estabilizador de voltagem e, consequentemente poderá fazê-lo aquecer caso a extensão tenha os fios com sessão inferior a do estabilizador;

– Nunca ligue um estabilizador em outro ou em um nobreak, isso poderá sobrecarregar ambos os equipamentos e danificar o que estiver ligado neles;

– Nunca deixe o estabilizador de voltagem exposto a umidade e calor excessivos, mantenha-o em local fresco e arejado, de preferência alguns centímetros acima do chão;

– Se não estiver utilizando o estabilizador de voltagem, ou seja, nenhum equipamento plugado a ele estiver em uso, desligue-o assim você economiza energia e aumenta a vida útil do mesmo.